Chakras - Nos Organizando Energeticamente

A casa e o corpo são assuntos muito relevantes para mim. Quando comecei a trabalhar com organização pessoal e atender pessoas, passei a perceber que essa relação era muito mais forte do que eu imaginava e então comecei a estudar para agregar ao meu atendimento soluções mais permanentes de organização e mais relevantes que somente a estética. Claro que tudo é importante, mas para alguém que traz algo dentro de si essa é a primeira coisa que desaparece quando a pessoa se depara com seus conteúdos.

Quando estava cursando a pós-graduação em arteterapia percebi isso ainda mais fortemente quando experimentei uma vivência sobre os chakras e a partir daí, notei que não basta só organizar a casa, mas também organizar o corpo, o que é fundamental no processo de organização.

A Criação da Linha de Caixinhas Rainbow

Pensando nisso surgiu a ideia de fazer a linha de caixinhas Rainbow, que alude ao arco-íris, que também são cores dos sete chakras. Essas caixas contém 1 defumador de ervas naturais e 1 pote de banho de ervas que você pode fazer para estimular o campo energético do chakra escolhido, equilibrando assim os pontos que precisam ser trabalhados.

Chakras - Nos Organizando Energeticamente

O Que São Chakras?

Os chakras são centros organizadores para percepção, assimilação e transmissão das energias vitais. Cuidar dessas energias significa organizar sistemas internos, nutrir sistemas energéticos para alcançar o equilíbrio. Eles formam a rede que coordena nosso complexo sistema mente e corpo.

Do comportamento instintivo às estratégias conscientes, das emoções às criações artísticas, os chakras são os programas que governam nossa vida, os amores, a aprendizagem e a iluminação.

Como sete modalidades vibratórias, eles formam uma mítica ponte do arco-íris, um canal de conexão entre o céu e a terra, a mente e o corpo, o espírito e a matéria, o passado e o futuro.

O corpo é um veículo da consciência. Os chakras são o combustível que fazem o veículo se mover, atravessando provações, atribulações e transformações.